segunda-feira, 16 de março de 2015

Lady Makindoma: Ckellyakin, faz comentário sobre o show da [maua] em Arapiraca

Foi um show singular!


Ckellyakin, frontwoman da banda Lady Makindoma, comenta sobre sua participação no show da [maua]  junto ao um público vibrante de Arapiraca, diante de um som poderoso e esmagador.








[maua]:


Falar da [maua] é complicado, uma banda singular no cenário matal nacional. A banda é muito boa, são bem entrosados, riffs esmagadores, o vocal tem um timbre assustador. Não há quem escute uma música da [maua] e fique parado, fica envolvido com o som conduzido pela banda.


Show:


Em Arapiraca não foi diferente, desde os simpatizantes com o rock aos mais críticos..., não conseguiram resistir e se entregaram aos riffs. A galera vibrava ao som da maua e para mim que estava entre a galera sentia uma energia altamente contagiante.



Banda:


Um dos thrash metal / technical death metal, mais poderosos que presenciei.  Duas coisas me chamaram atenção, simplicidade  e humildade da banda. 



Ponto alto:


O auge foi quando o vocalista (Erico Groman) desceu e foi até o público, mantendo o pique que havia dado inicio há mais de 40 minutos, quando a galera subiu no palco para bater cabeça junto aos demais integrantes.